Rádio Nova Vida FM

Baixe nosso aplicativo Disponível no Google Play

Artigos

Poesia: Grito insurgente ou simplesmente Ciranda

Poesia: Grito insurgente ou simplesmente Ciranda Foto: Alidéia Oliveira Rodrigues - Professora da Educação Básica (Ensino Médio) do Estado da Bahia. Colaboradora da Associação Divina Providência. Mestra em Ensino, Linguagem e Sociedade, pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB. Especialista em Movimentos Sociais, Organizações Populares e Democracia Participativa – UFMG. Licenciada em História pela UNEB. A escrita me acompanha desde a adolescência. Já rabisquei poema à luz de lamparina. De vez em quando brota um verso que insiste em ir além da minha garganta. Algumas vezes eles viram texto, outros fumaça solta no universo, quem sabe procurando alguém que lhe dê mais atenção do que eu. De todo modo, é com alegria que compartilho com vocês alguns dos que ganharam forma! Que a poesia nos acalente e nos inspire a sonhar e construir dias melhores.

Aquele grito insurgente

ganhou mundo, ganhou ar,

se levantou!

E como numa gestação,

Sentiu o tempo e teve certeza: é agora!

Tempo de insurreição!

 

De segurar de mão em mão,

de não deixar escapar

Aquele desejo de jardim,

que insiste em morar em mim,

mesmo depois de tanto apanhar!

 

O bruto, a fumaça, a tristeza, o desamor…

Jamais roubarão nossa cor…

Que é minha e de toda a ciranda!

Ciranda tecida de mão em mão,

canto a canto desse chão, Brasil!

Periferia, campo, negro, mulher…

Urbano, homem, menino, gente letrada…

Ateu, analfabeto, que se move em cadeira de rodas,

que quase não sai de casa, atleta ou gente de fé!

 

Cantor, atriz, agricultora, meretriz…

Feminista, artista, LGBTQIA+,

professora ou estudante!

Descobriram que o tempo é aqui…

E não irão se entregar!

Hétero, solitário, casa cheia

de gente,de meninos para todo lado,

gente que cultiva Bom dia na porta de casa!

Gente que já foi a Paris!

 

Analfabeto, morador de Ipanema!

Doutor ou poeta!

Vai fazer a ciranda girar

O bruto vai passar!

E toda essa ciranda vai se metamorfosear…

Apenas para fazer emergir

aquele grito insurgente, que no fundo só quer dizer para a gente

Não desista!Insista! Ainda vale a pena acreditar!

 

Vamos convocar todos os bichos, as plantas, o vento, o infinito,

A canalizar energia nesse grito,

que será, em parte, utopia contra toda distopia que quer por aqui morar!

Não!Aqui não!

A gente quer viver!

A gente quer deixar viver!

A gente quer…

 

Amor, Calor, alívio para dor!

Tarde e flor! Voltar a sorrir!

O tempo é aqui!

Vamos gritar!

Whatsapp

(77) 99823-5791

Telefone

(77) 3441-6140

Endereço

Praça Abias Azevedo, 650, Hospital, Brumado/BA

Email

contato@radionovavidafm.com.br

Copyright © 2022 Rádio Nova Vida FM | Criado por Diego Fagner